SUCESSO Atenção: Tem Efeitos Secundários

Muitos clientes nas sessões de orientação falam de sucesso. E sabendo da minha ligação ao meio artistico questionam-me sobre o que penso do sucesso.

Foi através do Coaching que conheci a minha verdadeira relaçao com o sucesso.

Em 2019 pedi ajuda à Alexandra Lemos da Premium Coaching/ ICC. Tinha um livro para terminar desde 2017 e não conseguia avançar.

Conheci a Alexandra numa Certificação Internacional de constelações Organizacionais, a empresa dela era co-organizadora do evento com a Talent Manager. Não me identifiquei muito com a Alexandra. Mas eu sabia à partida que este tipo de resistência se devia ao facto dela despertar em mim algo que não queria ver, como no momento tinha outras prioridades fiquei por uma relação cordial. Hoje considero a Alexandra Lemos uma das mulheres mais fantásticas que conheci.

Todas as formações que fiz, tiveram uma grande vertente prática e esta não foi excepção. No primeiro dia da formação, surgiu o “SUCESSO” como algo que me era desconfortável, de que desconfiava e do qual preferia ter alguma distancia de segurança…

Todo o trabalho que desenvolvi ao longo destes 30 anos enquanto, produtora, Road Manager, agente, Terapeuta, Orientadora, foi sempre nos bastidores. E confirmo que estive sempre extremamente alerta aos efeitos nocivos do sucesso e do deslumbramento que o caracteriza. Se esta atitude o afastou de mim ? Pois não sei, mas sei que vivi em paz e sempre com um bom equilibrio entre as metas pretendidas e os objectivos alcançados.

O coaching permitiu me visualizar e perceber claramente a postura que durante anos adoptei no meio artistico. Proteger os meus artistas do perigo do sucesso, ser guardiã da sanidade mental de todos com quem trabalhei. É certo que esta minha faceta me afastou de muitos projectos de topo, sempre preferi trabalhar com aqueles que para além de artistas mostravam ser excelentes pessoas. Pontualmente abandonei barcos cheios de egos, deixei uma artista em Palco e sempre respondi furiosamente quando um artista em ascensão, se dirigia a mim ou alguem da minha equipa, com a prepotencia e sentimento de superioridade próprios de quem se acha melhor que os outros, só por ter SUCESSO.

Em 2016, quando pensei em escrever o livro, inscrevi-me numa formaçao de Storytellyng. O formador, com uma enorme experiência em publicidade e dominio de publicos, empenhava-se em dar dicas para o sucesso do livro, precisava do titulo certo, a cor da capa. O texto da contracapa deveria levar o leitor a abrir o livro e as primeiras dezasseis linhas tinham de o vender, tecnicas para manipular o leitor, em prol do sucesso… o meu processo não era por ali. Eu queria apenas escrever um livro, aliás durante esta formação ja nem sabia mais nada!

Era obvio, não escrever o livro estava directamente ligado com o medo da exposição e de esse livro poder ser um sucesso e eu não saber lidar com isso.

E porque este medo com o sucesso ?

Existiam as crenças e na minha familia uma forte decepção face ao SUCESSO, familias que faliram, a euforia dos anos 60/70 e a queda de muitos artistas em álcool, drogas, suicidios. Eu descobri algumas das frases que fui ouvindo e construiram as minhas crenças:

“Os artistas tem pés de Barro” , “Quanto maior o salto, maior a queda”, “o sucesso adormece as pessoas” , ” Passam de bestiais a bestas”, “são uns infelizes”

Mas as crenças só por si tem essa força ?

As crenças tem muita força, mas as minhas foram validadas por muitos comportamentos que fui assistindo desde os 14 anos no meio artistico. Sempre estive desperta para observar, rejeitei sempre drogas e excesso de álcool e isso deu-me muita lucidez. E aquilo que via que o sucesso fazia às pessoas não era nada de bom.

Então considera o sucesso uma coisa má ?

Se considerarmos o sucesso como ser bem sucedido no alcance de metas por nós estabelecidas é optimo consegui-lo. Se encararmos os efeitos SECUNDARIOS do sucesso, que vão muito para além disso…começamos a encontrar “coisas más”.

Como acontece no meio artistico ?

Sim no meio artistico, os efeitos são cada vez mais perigosos e complexos. Considero que o sucesso pode ser um presente envenenado. E quando não existe consciência dos efeitos que tem em nós , tão depressa nos dá poder como rapidamente nos retira tudo. O sucesso pode cegar a consciência de quem o detém, impossibilitando mesmo de ver a realidade. É preciso ser portador de grande inteligência emocional para não se deixar mover pelos efeitos SECUNDÁRIOS do sucesso, é preciso saber DIZER NÃO a alguns assédios é preciso travar o processo e acentar os pés na terra, caso contrário começamos a descompensar. E não acontece só a alguns, quase todos nós corremos esse risco, porque temos uma informaçao colectiva de luta pelo Poder. Num processo de ascensão colocar os pés na terra é um trabalho duro que baixa a adrenalina do poder… É um processo complexo talvez um dia escreva sobre isso.

O que teve de entender para escrever o livro?

Que não queria sucesso com o livro, mas sim utilidade. Não me interessava que o leitor o comprasse por estratégias de marketing e ficasse abandonado numa mesa de cabeceira, mas que fosse lido. É uma ferramenta para a superação e não um relato de superação. Nele estão as minhas forças e fraquezas. Foi editado em plena pandemia, não fiz publicidade nem o promovo. Está editado, nao sei se vende ou não, nem vou ver… não é importante. Não acho que seja um bom livro , é um livro simples…que pode permitir quem o lêr de se conhecer um pouco melhor e alcançar assim melhor os seus objectivos. Se através dele, uma unica pessoa superar do trauma de uma traição , então terei cumprido o meu propósito e sim poderei ter sido bem sucedida.

http://www.orientacaosistemica.pt

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s