Ansiedade vs Temporada

O Carlos tem doze anos, já está ansioso… os treinos de futebol vão recomeçar e recomeçam também, as crises de ansiedade nos dias que antecedem os jogos. Porque é que eu fico assim ? -perguntou-me- há alguma coisa que eu possa fazer para mudar isto ?

Bem, a ansiedade não é coisa de crianças e jovens,  é algo que acontece a pessoas de todas as idades e é “criada” por diversos motivos: medo de não conseguir, medo de perder, medo de não ter, medo do “não”, medo de falhar, medo do fracasso, medo de não agradar, medo da frustração, etc, etc,etc.

De forma muito subtil, a ansiedade instala-se nos nossos corações e com o tempo, perdemos a capacidade de a controlar. Seja em que situação  fôr, a ansiedade retira paz, tranquilidade e segurança dando lugar à inquietação, insatisfação, insegurança e noites mal dormidas. O Carlos referiu que nas noites antes dos jogos, acorda a meio, com o coração a querer saltar do peito.

Coloquei algumas questões ao Carlos:

T.A-No futebol do que tens medo ?

Carlos: De nada !

T.A: Qual a tua função no Jogo ?

Carlos: Avançado.

T.A: O que faz um avançado ?

Carlos: Marca golos ?

T.A: O que precisas de fazer para que um jogo corra bem ?

Carlos :Marcar Golos.

T.A: Do que tens medo de não conseguir num jogo ?

Carlos: Tenho medo de não conseguir marcar Golos ?

T.Ana: Porquê ?

Carlos: Porque quero ganhar e adoro ver os “pais” a festejar!

T.A: Quantos elementos são na tua equipa

Carlos: Somos nove jogadores

T.A: És o principal responsável por marcar golos ?

Carlos: Sim eu sou o avançado, sou eu quem marca na baliza!

T.A: E o resto da equipa ?

Carlos-  (após uma pausa e uma boa precepção) -Pois é! eu não sou o principal responsável, somos todos! Se eles não fizerem a sua parte, se não me fizerem chegar a bola, eu posso ficar ansioso à vontade…claro já percebi!

 O Carlos percebeu  que não é o principal responsável pela vitória da equipa, ele apenas tem um nono da responsabilidade. Se os colegas não fizerem um bom jogo, ele sozinho nada poderá fazer. Aprender a confiar na equipa e não querer assumir a responsabilidade total por os resultados, poderá reduzir bastante os seus níveis de ansiedade. Uma equipa só prospera, quando cada um se responsabiliza pela sua parte.

Propus que antes de cada jogo, fizesse um pequeno exercício:  ” focado nas minhas, habilidades e capacidades eu farei o meu melhor, dentro do campo eu vou ser a melhor versão de mim, quando marcarmos festejaremos juntos porque foi um trabalho de equipa, quando sofrermos golos eu apenas fico triste em 1/9 da derrota. Porque eu não posso levar para dentro do meu coração o sofrimento de nove jogadores!”

Quanto aos pais, talvez não fosse mau perceberem esta dinâmica, os filhos só podem ser a sua melhor versão, ninguém pode ser copiado e em equipa, cada um apenas pode assumir a sua parte. É muito importante na prática desportiva, educar para o trabalho em equipa, para a cooperação, compreensão, respeito e valorização pelo trabalho de cada um, para o bem e para o mal : Todos fazem parte!

Que os nossos filhos, sejam felizes e livres a praticar qualquer desporto.  A ansiedade que muitos pais criam por resultados, irá ser o maior bloqueador de sucesso nas vidas dos filhos!

Que os nossos treinos se encham de pais a celebrar a saúde, a paz e a capacidade cognitiva,  que permite aos filhos experienciar, a prática desportiva.

A todos uma feliz temporada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s