Habilidade para Responder

20181115_104134A Carina trouxe-me uma questão interessante,  “o que é afinal a responsabilidade ?”.

A Raquel  sua melhor amiga, cometeu uma falha grave em relação a um amigo comum e a Carina não sabe o que pensar ou que fazer. A situação foi a seguinte relatada por ela;

– fomos visitar um museu de arqueologia e a Raquel retirou uma concha de um dos expositores !

-Roubou a concha ? –  perguntei

-Sim retirou-a do expositor e guardou-a na mochila do Ruben sem que ele tivesse visto, quando íamos a sair o Ruben abriu a mochila e a Guia viu a concha, exigiu que ele a devolvesse e mandou expulsar o Ruben do museu.

-E o Ruben o que fez ?

-O Ruben disse que não fazia ideia do que aconteceu , defendeu-se, chorou,  mas mesmo assim foi levado pelos seguranças, Foi Horrível de ver um colega ser levado assim!

-O que aconteceu depois ?

-A directora de turma acompanhou-o, pediu desculpa á directora do museu, pediu que o assunto não seguisse para as autoridades e conseguiu, garantindo que a escola lhe iria levantar um processo disciplinar, Ela foi espectacular!

-E a Raquel como reagiu ?

-Não fez nada, fingiu que não era nada com ela e não foi capaz de assumir a culpa do crime!  E ontem veio contar-me isto e eu não sei o que pensar! Como é que alguém é capaz de ver outra pessoa ser punida por algo que não causou, sem se acusar ?

Muitas pessoas praticam certos actos de forma tão inconsciente que depois não conseguem ter “habilidade para lhes dar resposta”.

Ser responsável é ter “Habilidade para responder” , mas nós só conseguimos ter capacidade para responder aos nossos actos quando temos plena consciência  das consequências envolvidas ao pratica-los caso contrário, primeiro instinto é fugir.

É também a consciência que muitas vezes nos faz escolher a melhor de duas más opções.

Por exemplo , o António chateou-se com a namorada e foi sair, sabia que no bar 1 iria encontrar uma ex namorada que andava sempre a atirar-se a ele  e que no bar 2 iria encontrar os seus dois amigos do gaming e iria passar a noite a queixar-se.  O que fazer ?

Como estava furioso com a namorada, ir ao bar 1 era tentador. Mas rapidamente realizou que zangado com a  namorada, se fosse ao Bar 1 eventualmente beberia umas cervejas a mais e encontraria a sua EX atiradiça. Na inconsciência talvez cometesse algum disparate com a EX,  do qual se iria arrepender no dia a seguir e para o qual não tinha capacidade de resposta.  Decidiu ir para bar 2.

Esta escolha mostrou a sua responsabilidade face à sua relação e a consciência das suas habilidades para responder a questões criadas por si.

A grande questão é que muitas pessoas cometem muitos actos de forma leviana e inconsequente. Rapidamente se arrependem, mas ficam com medo das consequências e não se sentem capazes de enfrentar.  Essa incapacidade de responder é  um acto de cobardia, destrói relações de confiança.

O melhor recurso para uma amizade funcionar é a verdade,  a confiança que cada um assumirá a responsabilidade pelas suas escolhas.

Ser responsável…

é assumir a responsabilidade dos nossos actos…

é  desenvolver em nós a  habilidade para lhes responder …

é nunca fugir de responder às acções  que foram criadas por nós.

À Carina propus que convidasse a Raquel a assumir a responsabilidade do roubo,  só assumindo a responsabilidade dos seus actos ela sairá uma melhor e mais consciente amiga. Assumir essa responsabilidade será a forma acreditar que ela tem a habilidade para responder às suas acções, só é preciso coragem. 20190213_104517O resultado é sempre libertador.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s