O Ignorante Cepticismo

Uma amiga, perguntava-me: ” dizem que a energia que anda no ar, está estranha, que isto está pesado, que os astros andam doido… Eu sinto alguma coisa estranha mas o meu lado racional diz-me que isso é tudo tanga”

Perguntei-lhe:

E onde é que o teu lado racional foi buscar conhecimento para dizer que isso é tudo tanga ?

“Sei lá nuca acreditei nessas coisas!”

AH Ok , é uma questão de crença então, sabes qual a base dessa TUA crença ?

“No que sempre se disse sobre essas coisas, fui criada numa familia que nunca gostou dessas coisas, nunca confiei!… Mas que sinto que algo está estranho está !””

Já pensaste se há algo a averiguar ? Já foste ao médico ? Já analisas-te bem a tua vida ?

“Já fiz tudo o que tinha de fazer , não tenho motivos para estar assim!”

-Então estás no bom caminho !

“Não percebo ! Recordo-me que quando nos conhecemos eras um pouco céptica ! Como é que deixas-te de ser ceptica ?”

É verdade quando nos conhecemos andava numa luta interna grande, sentia mas achava que eram coisas da minha cabeça, fugia de todas as confrontações. Mas a certa altura decidi que não iria continuar a ignorar o que sentia.

Primeiro passo : Reconheci que as base do meu cepticismo era a ignorância

Não tinha bases cientificas, intelectuais ou espirituais para desacreditar teorias milenares ancestrais ´

Segundo Passo: Abri me ao conhecimento e procurei instituições não religiosas, com reconhecimento MUNDIAL para operarem na área da espiritualidade, do transpessoal e do paranormal.

Nestas instituições aprendi com homens e mulheres muito lúcidos reconhecidos mundialmente, pessoas conscientes com um caminho trilhado de décadas a lutar contra a maré. Estes apresentaram-me bibliografia de outros tantos que nos últimos 150 anos investigaram, estudaram, observaram a humanidade com bases sólidas, (para não falar sobre os documentos deixados pela sabedoria védica, maya, asteca, xamanica, egipcia de milhares de anos). Sempre disse que quem investiga com seriedade consegue separar o trigo do joio e seguir no trilho da investigação séria.

Ao deparar me com estas pessoas e com estes estudos comecei a olhar para o então cepticismo que me levou ali como algo que me apenas me direcionava à IGNORÂNCIA.

Neste caminho da espiritualidade e dos diversos mundos de que é feito o nosso mundo, em paralelo com o estudo sobre as emoções, a mente e a educação fui percebendo que grandes personalidades a nível mundial (políticos, cientistas, físicos, escritores e outras personalidades), não dão um passo importante sem analisar os céus.

Quanto à minha amiga ainda lhe disse:

Não podemos ser deslumbrados ao adquirir qualquer tipo de conhecimento e quando o conhecimento é buscado com seriedade, não há espaço ao que chamo ” viagens na maionese” e o que é É. Quando o caminho do conhecimento é sério, fácilmente percebemos, que somos uns perfeitos ignorantes quando dizemos que somos “Cepticos”. Atenção falo da minha experiência.

Quanto aos astros , quando as pessoas perceberem que as dinâmicas entre os planetas (refiro-me a fenómenos físicos) que constituem o nosso sistema solar afetam as dinâmicas energéticas da terra. É obvio e inevitável que nos afetem a nós, pois somos energia.

Como isso nos afeta ? Existiram ao longo dos séculos desde que o espaço foi explorado, pessoas que perceberam os efeitos das alterações nas pessoas e na humanidade. Como afeta cada um ? Vai depender do percurso que cada um fez até aqui.

Mas o mais importante, é que quando sabemos destas coisas e sentimos uma energia a querer saltar de dentro de nós e a querer levar tudo à frente, fazer um ponto da situação :

-O que mudou de ontem para hoje para me estar a sentir assim ?

-Porque é que estou a pensar em coisas que já estão resolvidas e a sentir outra vez isto ?

-Se ontem estava a olhar para tudo com amor porque é que hoje estou em raiva ?

-Há uma amplificação da irritação, uma exaltação, uma euforia, uma angustia, medo… pareço bipolar

Como se resolve isso ?

Ter a consciência de que nos céus está um “forrobodó” de tensões, que também nos afeta, já pode ajudar.

Saber que estamos ligados, pode ser uma boa noticia, que permite escolher se levamos tudo à frente ou se deixamos o jogo em pausa. Para mais à frente resolver as questões que a tensão planetária revelou.

Como faço isso ?

Se acreditares mesmo nisto não precisas de fazer muita coisa… É respirar fundo, talvez colocar o cinto e esperar a montanha russa acabar a sua volta… E se quiseres falar com eles…

Com quem ?

Com os planetas… fala com eles e põe os teus filhos a falar com eles… façam uma reunião planetária, ainda que a brincar… talvez ajude a todos… e o Planeta agradece ter pessoas em alta vibração !

Seremos insensíveis aos seus movimentos ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s